Home
The Portuguese-American Post-graduate Society is an independent, non-profit organization, with no political affiliations. Its objectives are to stimulate the development of strong relationships between the Portuguese postgraduate community living in North America and the American society while, simultaneously, promoting their home country. Welcome!
      facebook icon | linkedin icon | twitter icon
[PAPS-DC] Boas Festas!
on Monday, 09/12/2013 —

A neve e o gelo da tempestade Dion não impediram a PAPS-DC de se encontrar para celebrar a época natalícia no último domingo, dia 8 de Dezembro. Mesmo com algumas baixas (e outros tantos que não figuram na foto pois só tardiamente nos lembramos da foto de grupo - as minhas desculpas!), o convívio prosseguiu num ambiente festivo mas familiar que tantos associamos ao Natal. Tal não teria sido possível sem a extrema gentileza da Mila Freire e do Doug Frey que, mais uma vez, foram os nossos anfitriões para o encontro PAPS-DC de Dezembro. Muito obrigado por abrirem as portas de vossa casa e, tão amavelmente, receberem o nosso grupo!

Como já vem sendo habitual, tivemos também o prazer de acolher novas caras ao grupo. O Jorge M. Serpa aproveitou ainda a ocasião para partilhar o seu livro Slow Roads! Beautiful Drives Through Portugal for Cars & Motorcycles, uma antologia do que melhor Portugal tem para oferecer aos seus visitantes (internacionais ou não) disponível aqui. Para rematar, e dedicado à Mila Freire, aqui fica um dos seus poemas favoritos que não podia mais brilhantemente evocar a noite que passamos. Desejos de boas festas a todos os PAPSianos por parte do núcleo de DC!


Balada da neve

Batem leve, levemente,
como quem chama por mim.
Será chuva? Será gente?
Gente não é, certamente
e a chuva não bate assim.

É talvez a ventania:
mas há pouco, há poucochinho,
nem uma agulha bulia
na quieta melancolia
dos pinheiros do caminho...

Quem bate, assim, levemente,
com tão estranha leveza,
que mal se ouve, mal se sente?
Não é chuva, nem é gente,
nem é vento com certeza.

Fui ver. A neve caía
do azul cinzento do céu,
branca e leve, branca e fria...
- Há quanto tempo a não via!
E que saudades, Deus meu!

Olho-a através da vidraça.
Pôs tudo da cor do linho.
Passa gente e, quando passa,
os passos imprime e traça
na brancura do caminho...

Fico olhando esses sinais
da pobre gente que avança,
e noto, por entre os mais,
os traços miniaturais
duns pezitos de criança...

E descalcinhos, doridos...
a neve deixa inda vê-los,
primeiro, bem definidos,
depois, em sulcos compridos,
porque não podia erguê-los!...

Que quem já é pecador
sofra tormentos, enfim!
Mas as crianças, Senhor,
porque lhes dais tanta dor?!...
Porque padecem assim?!...

E uma infinita tristeza,
uma funda turbação
entra em mim, fica em mim presa.
Cai neve na Natureza
- e cai no meu coração.

Augusto Gil, Luar de Janeiro


[EN] Winter storm Dion didn’t prevent some PAPS-DC members of celebrating the holiday season at Mila Freire’s and Doug Frey’s place, who kindly once again volunteered as hosts for such a magical meeting. New faces keep bringing new value to our group: this time, Jorge M. Serpa shared his book ‘Slow Roads! Beautiful Drives Through Portugal for Cars & Motorcycles’ (available here). The warmest wishes of a happy holiday season to all PAPS members from its DC chapter.

Raúl G. Saraiva